Rochas naturais e industrializadas

Temos várias opções de pedras para usar na bancada da cozinha, do banheiro, o revestimento da lareira, o painel da TV, o revestimento da escada e outras partes da nossa casa em que podemos utilizar rochas como o granito, o mármore, o silestone, entre outros.

Você conhece todas as opções que temos hoje?

Existem as rochas naturais como granito, mármore e o limestone; e as rochas industrializadas: silestone, quartz tone, corian, nanoglass. Vou citar cada um dos elementos e destacar suas principais características.

Granito

O granito, uma das pedras mais utilizadas nas bancadas, é uma rocha natural, pode ser utilizada em ambientes internos ou externos. Possui alta resistência à abrasão, desgastes ou riscos e baixo grau de absorção de líquidos por ter baixa porosidade.  É uma das pedras mais impermeável e seu preço é o mais acessível no mercado. Manchas de café, vinho, sumo de limão, vinagre, maquiagem podem manchar a pedra, se alguma dessas substancias entrar em contato com a pedra providenciar a retirada imediatamente.

As cores escuras  mais utilizadas são:  Preto São Gabriel, Preto Absoluto e Café Imperial e as claras: Branco Siena, Branco Polar, Itaúnas e Cinza Andorinha.

Cores mais claras exigem cuidados especiais com a limpeza.

preto sao gabriel

Granito Preto São Gabriel

Granito-branco-Itaúnas

Branco Itaúnas

Mármore

O mármore também é uma rocha natural, muito utilizado em ambientes internos como: hall, lareira, living, sala de estar, lavabo.  Possui alto grau à abrasão, desgastes e alto grau de absorção de líquidos. Devido a alta porosidade não se aconselha a utilização em ambientes em que há muito trabalho, muita umidade como cozinhas e lavanderias.

Os mais conhecidos são: Travertino, Crema Marfil, Nero Marquina, Carrara, Pighes, Calacata, Marrom Imperador.

Hotel emiliano

Mármore Calacata

Limestone

O Limestone é uma rocha natural, formada pelo calcário. Seu aspecto é um pouco rústico, pode ser utilizado em ambientes internos e externos. Possui característica similar ao mármore, é muito poroso e absorve líquidos.

Tipos de Limestone: Mont Dorê, Bateig Blue, Golden Oasis e Rain Forest Brown.

LAREIRA-LIMESTONE-MONT-DORE

Limestone Mont Dorê

Silestone

O Silestone é uma rocha industrializada. Pode ser utilizada em ambientes internos e externos, porém deve-se proteger da incidência dos raios solares. É uma rocha dura, possui alta resistência a impacto e tráfego, baixa porosidade e baixo grau de absorção de líquidos. Para maior durabilidade da pedra recomendam-se cuidados com a limpeza: nunca utiliza produtos como soda caústica, dissolventes, cloros, desengordurantes e produtos com ph maior que 10. Isolar a superfície de fontes de calor.

Outros produtos similares ao silestone: Quartzo stone, Tchnistone, Aglostone, Emporio Stone. Na verdade, essas  rochas industrializadas são produzida por marcas diferentes e daí surgem os diferentes nomes.

ariel

Silestone Ariel

technistone

Technistone

emporio stone

Emporio Stone

Corian

O Corian é uma pedra formada por resina acrílica e elementos naturais, é industrializada. Assim como as demais pedras industrializadas, é bem resistente e suas emendas não são perceptíveis. Se adapta a diversos formatos, pode-se fazer curvas, integrar a cuba. Não é porosa, é altamente resistente a bactérias, resistente também a manchas. Um diferencial deste material é que em caso de avaria pode haver reparação.

cozinha-nayara

Corian

Nanoglass

O Nanoglass foi desenvolvido através de uma tecnologia que cristaliza mármore, cristais de vidros e aglutinantes, conhecida como nanotecnologia. É uma pedra muito resistente a riscos e manchas, não absorve água e é de fácil limpeza. É produzida em diversas cores, possui bastante brilho.

nanoglass

Nanoglass

Por fim, Dekton

O Dekton é um material produzido através de um processo tecnológico que acelera os processos metamórficos – a pedra natural fica exposta a alta pressão e a alta temperatura durante anos durante a sua formação. Essa tecnologia gera um produto sem porosidade, resistente a manchas, ao fogo e ao calor, ao gelo e degelo e aos raios ultravioletas do sol.

dekton-countertops-04

Dekton

 Como vocês viram, eu citei procurei trazer diversas opções e ressaltar as principais características de cada uma. A cada dia surge uma tecnologia que produz pedras mais duráveis, mais resistentes e com mais opções de cores.
Espero poder contribuir quando você for fazer a sua escolha.
Bjs

Casa em Uberlândia – Aguirre Arquitetura

Eu gosto muito de guardar fotos de casas lindas. Elas me inspiram.

A casa de hoje foi projetada pelo escritório Aguirre Arquitetura, em um condomínio em Uberlândia. Foi tão cuidadosamente planejada que alguns cômodos, de forma estratégica, foram direcionados para receber a luz do sol, outros foram dispostos de forma a nunca receber insolação. São 880 m² de área construída. O projeto, apesar de ter sido elaborado em 2010, possui um estilo que continua em alta.

Nesta casa foi utilizado elementos atemporais como: madeira, mármore travertino e pedras. O destaque da casa fica por conta do pé direito alto e a grande cozinha que integrada com a área de lazer.

Leonardo FinottiaguirreLeonardo Finotti5aguirre2aguirre 1aguirre 2aguirreLeonardo Finotti4Leonardo Finotti3Leonardo Finotti2aguirre 3Leonardo Finotti1

 

 

Bjs

Condomínio Bauhaus

Que o pé direito alto ganhou o coração de muita gente não é mais novidade, não é mesmo? Neste projeto, além dele, os ambientes são integrados, há muita entrada de luz natural e uma área de lazer com churrasqueira, varanda, jardim e piscina.

O grande trunfo deste projeto é a forma como as casas foram projetadas. É um condomínio com quatro casa cercadas de jardins que embelezam ainda mais este lugar e funcionam como “muros” para separar as residências.

Vamos às fotos:

cond Bauhauscond Bauhaus1cond Bauhaus2cond Bauhaus3cond Bauhaus4cond Bauhaus5cond Bauhaus6cond Bauhaus7cond Bauhaus8cond Bauhaus9cond Bauhaus10cond Bauhaus11cond Bauhaus12cond Bauhaus13cond Bauhaus14cond Bauhaus15cond Bauhaus16cond Bauhaus17

O projeto foi assinado pelo escritório Drucker Arquitetos Associados.

Fonte: http://www.archdaily.com.br

Bjs

Hidráulica

Vamos atualizar o andamento da obra.

  • A hidráulica está bem adiantada;
  • Já foi passado todos os eletrodutos;
  • Todas as caixinhas de energia já foram chumbadas;
  • Iniciou o reboco externo, e
  • Concluímos beiral e casa das máquinas.

O que falta:

  • Telhado;
  • Terminar reboco paredes externas e internas;
  • Contrapiso
  • Calçadas;
  • Muro e portão.

Algumas imagens estão ruins porque foram tiradas com o celular.

Tem muita bagunça/sujeira na obra, muita madeira e restos de materiais de construção, temos que providenciar uma limpeza.

DSC04436DSC04438

DSC04460

Caixa d’água

DSC04463

Ao redor do beiral de toda a casa colocamos essa pingadeira de granito, para impedir que suje o beiral quando chover. A ideia foi do nosso arquiteto, achei que ficou lindo e deu acabamento.

 

DSC04475

Encanamento esgoto suíte master e suíte 2

DSC04473

Lavanderia

DSC04497DSC04499

IMG_20170428_141515651

Nesta imagem dá para ver como ficou o acabamento do beiral com granito.

IMG_20170428_163602766_HDR

Essa imagem parece até que a casa está toda rebocada, kkkkk, #sóquenão!

Deixe seu recado, sua mensagem, compartilhe comigo suas alguma ideia, vou adorar saber sua opinião.

Bjs

Válvula Misturadora – apoio para o sistema de energia solar

Meu esposo e eu ainda estamos pesquisando sobre os aquecedores solares, ainda estamos decidindo qual é a melhor fonte de energia que irá nos atender para aquecer a água da nossa casa.

O que nós sabíamos até agora é que as placas solares captam a energia gerada pelo sol, a água que passa pelas placas é aquecida e retorna ao boiler, que é o local onde a água quente fica armazenada para posterior utilização. Nos dias nublados, em que não é gerado calor suficiente para aquecer a água, precisa-se de um sistema de apoio – a gás ou elétrico – que aquece a água do boiler até que a temperatura desejada seja atingida.

O que me preocupa neste sistema de apoio é que utilizar uma outra fonte de energia que aqueça toda a água do boiler pode haver desperdício, pois nem sempre toda água aquecida do boiler será utilizada. Certo?

Começamos a pesquisar se existia alguma alternativa, alguma válvula que complementasse o aquecimento da água do boiler somente da quantidade de água que iríamos utilizar. O que encontramos foi a válvula misturadora.

O video a seguir mostra exatamente como a válvula misturadora funciona e explica muito melhor que eu:

Fica a dica para quem, assim como eu, ainda não conhecia a válvula misturadora.

Bjs