Impermeabilização I


Aqui em Curitiba, o clima é bastante úmido e o sol nem sempre consegue ultrapassar as grossas camadas de nuvens. Esse motivo nos levou a procurar saber como se faz uma correta impermeabilização da nossa casa, protegendo desde o alicerce até o telhado.

Procurei detalhar tudo o que aprendi, então dividi em dois posts para não ficar muito extenso.

Descobrimos que nem todo mundo se lembra de fazer impermeabilização no inicio da obra, depois aparecem diversos problemas, como excesso de umidade, rachaduras, fissuras, proliferação de fungos, mofo, problemas estruturais e até problemas com as instalações elétricas no caso delas serem afetadas.

A impermeabilização protege as superfícies e estruturas dos efeitos da natureza, como a incidência das chuvas ou dos raios solares nas áreas expostas, proporciona resistência às variações de temperatura, contribui com maior conforto térmico e protege as superfícies das infiltrações e goteiras. Ao impermeabilizar evita-se que a estrutura sofra desgastes que podem gerar a desvalorização do imóvel.

É importante lembrar que o tijolo comum e concreto absorvem água e isso faz com que as paredes fiquem úmidas e emboloradas com o tempo.

O que é preciso impermeabilizar?
Fundações e alicerces, lajes (internas ou de coberturas), paredes internas e externas, telhados, cozinhas e banheiros.

Existem no mercado diversos produtos impermeabilizantes, sua aplicação e modo de uso são descritas nos respectivos sites dos fabricantes. As marcas mais conhecidas são: Vedacit, Viapol, Denver e Sika

Alicerces, baldrames e fundações:

“A água existente no solo geralmente sobe pelas paredes até a altura de 1 metro. Isto faz a pintura descascar, soltar o reboco e surgir o mofo. Não adianta pintar por cima, pois a umidade logo volta” (Vedacit)

Nesse caso é necessário aditivar o concreto e argamassa em contato com o solo com hidrofugantes, que bloqueiam a água do sistema capilar e permitem a respiração dos materiais. Produtos: Vedacit ou Sika1

Como fazer:

  • Capear o alicerce utilizando massa com o hidrofugante escolhido. Fazer na espessura de 1,5 cm, descendo 15 cm pelas laterais;
  • Todos os tijolos, até a 3ª fiada acima do nível do solo, devem ser assentados com massa aditivada com hidrofugante;
  • O revestimento das paredes (emboço/reboco) – externo e interno – deve ser feito usando a mesma massa, até a altura mínima de 1 metro acima do piso acabado;
  • Esperar secar e aplicar 2 demãos de pintura asfáltica líquida no baldrame. Produtos: Neutrol, Igol S;
  • Traço da argamassa impermeabilizante: 1 parte de cimento : 3 partes de areia : 1 kg de Vedacit.

Exemplo de aplicação:vedacit

 

vedacit

Paredes de Subsolo

“A água consegue subir por capilaridade até 60 cm na alvenaria, acima do nível do piso externo acabado. Por isso, há alguns anos, quando não havia impermeabilizantes, as edificações eram providas de porões cuja finalidade principal era protegê-las da umidade proveniente do solo.” (Vedacit)

 

  • Executar chapisco com aditivo para proporcionar melhor aderência de argamassas e chapiscos (Sika chapix plus ou  Bianco);
  • Revestir as paredes internas e externas (emboço/reboco) com 2 camadas (1 cm cada uma) de argamassa com hidrofugante (Vedacit ou Sika1). Subir com essa argamassa no mínimo até 60 cm acima do nível do solo;
  • Esperar a completa secagem e pintar o lado da alvenaria que ficará enterrada com pintura asfáltica a base de solvente (Neutrol ou Sika S);
  • Traço chapisco: 1 lata de cimento: 3 latas de areia média. Amolentar com a solução Adesivo (Sika chapix plus ou  Bianco) : água (1:2). Misturar na proporção de 1 kg de VEDACIT para cada lata de cimento.
  • Traço argamassa (emboço/reboco): 1 parte de cimento : 3 partes de areia média : 2 kg de hidrofugante (Vedacit ou Sika1) por saco de cimento (50 kg).

 

Na obra, precisamos fazer essa proteção nos muros, pois como o lote foi aterrado, a terra ficou encostada no muro provocando umidade nas paredes dos vizinhos.

 

Fontes:

http://www.forumdaconstrucao.com.br/conteudo.php?a=20&Cod=137

http://www.vedacit.com.br/uploads/biblioteca/protecao-do-alicerce-ao-telhado-12.pdf

Anúncios

5 comentários sobre “Impermeabilização I

  1. Bezinha disse:

    Fica a dica e que ótima! Realmente na casa dos meus pais onde moro hoje estão surgindo vários problemas devido a primeira obra realizada e depois que a casa fica pronta, é uma caca ter que mexer nisso é bem melhor fazer bem no início e deixar tudo pronto desde o princípio porque quando os problemas surgem… é um terror.

    Muito bom!
    Beijocas

    casalbeebe.blogspot.com

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s